O seu browser não suporta JavaScript!
Separador Notícias e informação específica
Separador Notícias e informação específica
Separador Notícias e informação específica
Separador Notícias e informação específica
Separador
Separador
Port of Lisbon
Puerto de Lisboa
Portal do Porto de Lisboa
O Porto de Lisboa
Estatísticas Online
Espaços
Visitas ao Porto
Centro de Documentação
Separador
Separador
Portal do Porto de Lisboa . O Porto de Lisboa . Estudos e Prom. Comercial . Promoção Comercial . Acções de Promoção Comercial . Associações a que a APL pertence e trabalho desenvolvido
Imprimir Imprimir
Associações a que a APL pertence e trabalho desenvolvido Associações a que a APL pertence e trabalho desenvolvido
  • RETE – Associação para a colaboração entre Portos e Cidades
Por iniciativa do Centro Internazionale Città d’Acqua, de Veneza, foi constituída a RETE 2001 a partir de um simples protocolo de acordo entre a Administração do Porto de Lisboa, a Área Metropolitana de Lisboa, os Puertos del Estado, a Stazioni Marittime Spa, de Génova, e as Autoridades Portuárias de Barcelona, Génova e Baleares, cujo principal objectivo consistia em fomentar a cooperação entre portos e cidades da Europa Mediterrânica e da América Latina na área da reorganização das zonas ribeirinhas urbano-portuárias e da relação cidade-porto.
O porto de Lisboa foi o local escolhido para o lançamento da RETE 2001, cuja presidência foi assegurada, no primeiro ano, pela APL, S.A., passando, a partir de 2002, para os Puertos del Estado.
Após um ano de consolidação, durante o qual foram ingressando na organização outros membros de autoridades e cidades portuárias, foi constituída, a partir desta Rede, em Abril de 2004, em Veneza, uma associação com forma jurídica de carácter internacional mantendo, no essencial, os mesmos objectivos.
Como forma de promover o debate alargado sobre as questões que são actualmente colocados às cidades portuárias, a Associação organiza acções de formação, nomeadamente, cursos e seminários.
Debatendo-se a APL, regularmente, com questões ligadas à integração do porto na cidade e à gestão das áreas sem actividade portuária operacional, afigura-se-nos importante a nossa participação nesta organização com vista a aproveitar, da melhor forma possível, as mais valias que se podem obter através da troca de informação com grandes especialistas neste assunto.
  • ESPO – European Sea Ports Organization
A ESPO European Sea Ports Organization existe desde 1993, e representa os portos marítimos da UE tendo como interlocutores as autoridades e administrações portuárias bem como as associações marítimo-portuárias da União Europeia.
 A missão principal da organização é influenciar positivamente a política comum da UE com o objectivo de tornar o sector portuário europeu, elemento chave da cadeia de transporte, mais seguro, mais eficiente, ambientalmente sustentável e em condições de poder operar num mercado liberalizado no seio de uma indústria competitiva.
A ESPO parte de um princípio fundamental: sem os portos marítimos a União Europeia jamais poderia consubstanciar-se numa força económica mundial, ou seja, a UE em termos económicos sem os portos marítimos, simplesmente não funcionava, quando muito poderia aspirar a um medíocre poder económico interno.
A maior parte do comércio externo da comunidade e metade do comércio interno passa através dos mais de 1200 portos marítimos dos 25 estados membros da União Europeia.
Os portos marítimos da UE são representados na ESPO por membros nomeados pelas próprias entidades de gestão portuária e inclui nas suas estruturas, observadores provenientes de outros países europeus não integrados na União.
A estrutura organizativa da ESPO compreende a assembleia-geral que reúne 2 vezes por ano, o comité executivo que reúne ordinariamente 5 vezes por ano e 4 comités técnicos (transporte, ambiente, marítimo, e estatística). As recomendações elaboradas por qualquer destes comités, são remetidas ao comité executivo que delas faz uso como suporte à decisão.
A ESPO dispõe ainda de um secretariado encarregado da coordenação, distribuição de informação, comunicação e gestão financeira da organização.
O porto de Lisboa está representado na ESPO tanto na Assembleia-geral como no Comité Executivo através do seu Presidente do Conselho de Administração, Dr. Manuel Frasquilho.
 
Os últimos documentos analisados, no âmbito da ESPO, foram os seguintes:
- A Revisão do Livro Branco 2001 – A política europeia de transportes no horizonte 2010: a hora das opções
- A logística do transporte de mercadorias na Europa – chave da mobilidade sustentável (Freight Logistics)
- Tonnage Measurement Study, Convenção sobre Arqueação dos Navios, 1969
- Maritime Policy Green Paper, Política europeia de portos marítimos.
 
Para além de outras solicitações de cariz técnico atribuído aos membros da organização e, na circunstância, o porto de Lisboa deu início aos preparativos com vista à recepção do GreenPort 2007 – conferência e workshop – que terá lugar em Portugal no mês de Fevereiro do próximo ano, onde Lisboa surgirá como anfitriã depois de Antuérpia.
  • AIVP – Association Villes et Ports
Separador
Imprimir Imprimir
Separador
Utilidades
linhaNavios em Porto
linhaPrevisão de Chegadas
linhaRegulamento do Porto
Contactos APL

APL - Administração do Porto de Lisboa, S.A.
Gare Marítima de Alcântara
1350-355 Lisboa, Portugal
geral@portodelisboa.pt
Tel: +351 21 361 10 00

Nível Protecção 1
   


   
© APL Administração do Porto de Lisboa 2008
|
PrivacidadePrivacidade
|
Mapa do SiteMapa do Site
|
Ajuda do SiteAjuda do Site
|
Ficha TécnicaFicha Técnica
|
WebmasterWebmaster
|
Acessibilidade